Arah

Arah foi a primeira cidade construída em Tyria, mas sua grandiosidade foi distorcida e corrompida quando Zhaitan acordou. Agora é um lugar perigoso, sua história foi perdida para criaturas misteriosas e mortos-vivos.

História

Presumivelmente construída pelos deuses, Arah é uma cidade santa situada na península de Orr. Como a cidade foi perdida para o mar pouco antes dos eventos de Guild Wars originais, pouco se sabe da real aparência da cidade, exceto que ela tem muitas torres espirais. Após o Êxodo, o Reino humano de Orr assumiu a administração da cidade, vigiando-a em antecipação do dia, quando os deuses voltariam. Contudo, a sua proteção teria chegado a um fim catastrófico em um evento que ficou conhecido como o Cataclysm.

Durante o Guild Wars, lutas abertas nas ruas de Arah levaram às hostilidades entre as três nações humanas de Tyria. Como tal, as nações não se uniram contra a ameaça da invasão charr, cada um escolhendo ficar sozinho. Em 1070 AE, a quebra das defesas de Ascalon pelo The Searing, permitiu que os charr invadiseem e empurrassem os humanos para o território Orrian, impulsionado pelas ordens de seus deuses titan para destruir Arah. Em 1071 AE, antes que eles pudessem arrasar a cidade, Vizir Khilbron, o conselheiro do rei Reza, usou uma magia contida em um cofre enterrado nas profundezas de Arah e provocou o Cataclysm, destruindo a invasão charr e o Reino da Orr em um instante. Arah afundou sob as ondas da Baía de Sereias (mais tarde rebatizado de Sea of Sorrows) com o resto da península, cumprindo o desejo do Deus Abaddon.

No entanto, quase 150 anos depois da destruição de Orr, um novo poder agitou-se nas ruínas submersas de Arah. O imortal dragão Zhaitan acordou de um sono antigo e trouxe Reino afogado à tona mais uma vez. As ruínas de Arah agora são seu covil e a principal base de operações para as legiões mortos-vivos e as frotas que mantêm um domínio sobre rotas Tyria do mar.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s